De quem é a culpa? Traffic Shaping…

Bem, este blog estava um pouco parado, portanto vou tirar uns minutos para o atualizar com atualidade… 🙂
Traffic Shaping. Esta palavra parece estar no dicionário de muitos nos últimos tempos. Desde que começaram a surgir indicações que várias operadoras estavam a limitar velocidades e a bloquear pedidos de DNS, parece que agora está tudo atento às velocidades da ligação.

Quando dá a bola na TV, agora está tudo atento aos SpeedTest e aos ficheiros de downloads para ver as velocidades. Estão abaixo das contratadas? É Traffic Shaping da porra da operadora, com certeza!

Esta prática certamente que não é algo novo. Lembro-me de ver casos onde Traffic Shaping era aplicado a programas de Emule e dos antigos vírus do Limeware – quando ainda se tinha aquelas ligações limitadas a tráfego nacional/internacional… nostalgia não é verdade?
Pois bem, é algo que sempre foi aplicado de alguma forma, mas a confirmação nunca chegou oficialmente. Obvio, nenhuma operadora vai confirmar que realiza Traffic Shaping nas suas ligações, pelo menos num formato público…

Mas existe aqui outro ponto a ter em consideração: se não fosse todo o alarido que está a ser feito sobre as velocidades lentas da ligação à Internet pelas redes sociais, quantos não iriam associar os problemas de velocidades lentas à própria operadora – e não ao Traffic Shaping?
Sempre existiram casos de clientes com problemas de velocidade na ligação à Internet – eu incluído. Isto sempre aconteceu… Mas com a propagação de toda este termo “Traffic Shaping” e afins, parece que qualquer problema na linha agora é desculpa para isso.

  • A velocidade está lenta? Traffic Shaping
  • Não consigo ver vídeos do Youtube? Traffic Shaping
  • Não consigo aceder ao meu IPTV, ver a bola em paz? Traffic Shaping
  • Torrents sem sementes? Traffic Shaping

Vamos voltar atrás no tempo uns meses? Se não tivesse sido propagada toda a informação sobre o “Traffic Shaping”, e estivessem a verificar problemas de velocidade, iriam culpar quem?
Provavelmente a operadora, que ia dizer estar tudo normal… ou um router mal configurado… ou alguém na mesma casa que está a descarregar uma copia do último filme do “Assim nasce uma estrela” – porque ainda não se viu o suficiente no cinema… Ou seja, as mesmas desculpas e a mesma culpa iriam ser ditas de ambos os lados… tal como sempre foi.

Dito isto, e antes que me sejam atiradas pedras, não estou a dizer que não existe Traffic Shaping e muito menos a defender a sua existência. A critica é para todos os que vão testar a velocidade da ligação durante dias da bola, apenas para verem que a velocidade está mais lenta – possivelmente do pessoal estar todo a sobrecarregar as linhas a testar – e depois a culpa é do Traffic Shaping, acompanhado de mais umas desculpas que isso é ilegal e o suficiente para terminar um contrato (aconselho a que vejam as letras pequenas dos vossos contratos, sobretudo respeitantes à Política de Utilização Aceitável, muitas vezes esquecida).

Dito isto, se alguém de uma operadora estiver a ler: Traffic Shaping? não obrigado! Mantenham apenas a má qualidade de sempre nos vossos pacotes de Internet.

Deixa um comentário